Translate

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Nunca me arrependo e nunca desisto

Nunca me arrependo do que faço. Mesmo das piores asneiras e já fiz muitas. Cada uma delas ajudou-me a pensar da forma que o faço hoje. Agradeço cada cabeçada que dei, cada situação embaraçosa, cada desgosto que provoquei e cada quilo que engordei. Se não fosse cada um deles, hoje não saberia que não o irei repetir.
 
Nunca desisto, quando quero alguma coisa ou quando defino um objectivo, sei que vai acontecer. Não importa quanto tempo passe, sou paciente.
Tenho tempo de ter o que quero. O dia que eu espero vai chegar e vou estar livre deste ‘peso’ que me deforma e atormenta.

Sem comentários:

Enviar um comentário